Flickr Images

30 setembro 2015

Top 5 - Livros Young Adult pra você ver que ser adolescente não é fácil

Olá, hoje eu trouxe uma listinha de livros Young Adult que, pra quem não sabe, são livros em que os personagens são adolescentes. Os principais temas desse gênero são problemas de família, bullying, amizade, descoberta da sexualidade, entre outros. Confira abaixo 5 livros que retratam essa fase da vida tão confusa e ao mesmo tempo tão maravilhosa.


Aristóteles e Dante descobrem os segredos do Universo - Benjamin Alire Sáenz
Dante sabe nadar. Ari não. Dante é articulado e confiante. Ari tem dificuldade com as palavras e duvida de si mesmo. Dante é apaixonado por poesia e arte. Ari se perde em pensamentos sobre seu irmão mais velho, que está na prisão.
Um garoto como Dante, com um jeito tão único de ver o mundo, deveria ser a última pessoa capaz de romper as barreiras que Ari construiu em volta de si. Mas quando os dois se conhecem, logo surge uma forte ligação. Eles compartilham livros, pensamentos, sonhos, risadas - e começam a redefinir seus próprios mundos. Assim, descobrem que o amor e a amizade talvez sejam a chave para desvendar os segredos do Universo.


A culpa é das estrelas - John Green
Hazel foi diagnosticada com câncer aos treze anos e agora, aos dezesseis, sobrevive graças a uma droga revolucionária que detém a metástase em seus pulmões. Ela sabe que sua doença é terminal e passa os dias vendo tevê e lendo Uma aflição imperial, livro cujo autor deixou muitas perguntas sem resposta. Essa era sua rotina até ela conhecer Augustus Waters, um jovem de dezessete anos que perdeu uma perna devido a um osteosarcoma, em um Grupo de Apoio a Crianças com Câncer. Como Hazel, Gus é inteligente, tem senso de humor e gosta de ironizar os clichês do mundo do câncer - a principal arma dos dois para enfrentar a doença que lentamente drena a vida das pessoas. Com a ajuda de uma instituição que se dedica a realizar o último desejo de crianças doentes, eles embarcam para Amsterdã para procurar Peter Van Houten, o autor de Uma aflição imperial, em busca das respostas que desejam. Inspirador, corajoso, irreverente e brutal, A Culpa é das Estrelas é a obra mais ambiciosa e emocionante de John Green, sobre a alegria e a tragédia que é viver e amar. 


Mentirosos - E. Lockart
Os Sinclair são uma família rica e renomada, que se recusa a admitir que está em decadência e se agarra a todo custo às tradições. Assim, todo ano o patriarca, suas três filhas e seus respectivos filhos passam as férias de verão em sua ilha particular. Cadence - neta primogênita e principal herdeira -, seus primos Johnny e Mirren e o amigo Gat são inseparáveis desde pequenos, e juntos formam um grupo chamado Mentirosos.
Durante o verão de seus quinze anos, as férias idílicas de Cadence são interrompidas quando a garota sofre um estranho acidente. Ela passa os próximos dois anos em um período conturbado, com amnésia, depressão, fortes dores de cabeça e muitos analgésicos. Toda a família a trata com extremo cuidado e se recusa a dar mais detalhes sobre o ocorrido… até que Cadence finalmente volta à ilha para juntar as lembranças do que realmente aconteceu.


A Menina que roubava livros - Markus Zusak
A trajetória de Liesel Meminger é contada por uma narradora mórbida, porém surpreendentemente simpática. Ao perceber que a pequena ladra de livros lhe escapa, a Morte afeiçoa-se à menina e rastreia suas pegadas de 1939 a 1943. Traços de uma sobrevivente - a mãe comunista, perseguida pelo nazismo, envia Liesel e o irmão para o subúrbio pobre de uma cidade alemã, onde um casal se dispõe a adotá-los em troca de dinheiro. O garoto morre no trajeto e é enterrado por um coveiro que deixa cair um livro na neve. É o primeiro de uma série que a menina vai surrupiar ao longo dos anos. Essa obra, que ela ainda não sabe ler, é seu único vínculo com a família. Assombrada por pesadelos, ela compensa o medo e a solidão das noites com a cumplicidade do pai adotivo, um pintor de parede bonachão que a ensina a ler. Em tempos de livros incendiados, o gosto de roubá-los deu à menina uma alcunha e uma ocupação; a sede de conhecimento deu-lhe um propósito. A vida na rua Himmel é a pseudorrealidade criada em torno do culto a Hitler na Segunda Guerra. Ela assiste à eufórica celebração do aniversário do Führer pela vizinhança. Teme a dona da loja da esquina, colaboradora do Terceiro Reich. Faz amizade com um garoto obrigado a integrar a Juventude Hitlerista. E ajuda o pai a esconder no porão um jovem judeu que escreve livros artesanais para contar a sua parte naquela história. A Morte, perplexa diante da violência humana, dá um tom leve e divertido à narrativa desse duro confronto entre a infância perdida e a crueldade do mundo adulto.


Amanhã você vai entender - Rebecca Stead
A jovem Miranda Sinclair precisa desvendar um enigma na Nova York do final da década de 1970. Em Amanhã você vai entender, seu melhor amigo é agredido na rua, um estranho pode ter invadido a casa dela e uma série de bilhetes, que ela não compreende nem tampouco sabe quem escreve, alerta sobre a morte de alguém. Alguém que ela poderá ajudar a salvar.




E aí, já conheciam algum desses livros? Já leu ou gostaria de ler? Deixe seu comentário aí embaixo! Bjus, até o próximo post!







18 setembro 2015

Jack, O Estripador em Nova York - Stefan Petrucha




Carver Young sonha ser um detetive, apesar de ter crescido num orfanato, tendo apenas romances policiais e a habilidade de abrir fechaduras para estimulá-lo. Entretanto, ao ser adotado pelo detetive Hawking, da mundialmente famosa Agência Pinkerton, Carver não só tem a chance de encontrar seu pai biológico como também se vê bem no meio de uma investigação de verdade, no encalço do cruel serial killer que estava deixando Nova York em pânico total. Mas quando o caso começa a ser desvendado, a situação fica pior do que ele poderia imaginar, e sua relação com o senhor Hawking e com os detetives da Nova Pinkerton entra em risco. À medida que mais corpos aparecem e a investigação ganha contornos inquietantes, Carver precisa decidir: de que lado realmente está? Com diálogos brilhantes, engenhocas retrofuturistas e a participação de Teddy Roosevelt, comissário da polícia de Nova York que viria a ser presidente dos Estados Unidos, Jack, o Estripador em Nova York desafiará tudo o que você pensava saber sobre o assassino mais famoso do mundo. E o deixará sem fôlego!

Jack, O estripador em Nova York de Stefan Petrucha recria a história do mais famoso serial killer da história. Muita gente criou teorias em relação à verdadeira identidade de Jack, O estripador e sua história deu origem a diversos filmes, séries e livros. 
O livro de Petrucha é um YA Policial que revive não só o Jack mas conta com outras personalidades famosas como Theodore Roosevelt, ex-presidente dos Estados Unido que aqui aparece como comissário da polícia de Nova York. Também é mencionado Allan Pinkerton, fundador da famosa Agência de Detetives Pinkerton.

Narrado em terceira pessoa acompanhamos o órfão Carver Young, que sonha em ser detetive como Sherlock Holmes. Seu sonho parece estar virando realidade quando é adotado por Albert Hawking, um detetive da Agência Pinkerton. E a sua primeira missão é descobrir a identidade de seu pai e sua única pista é uma carta. Carver é um garoto inteligente e logo aprende os truques da investigação não que seu tutor seja um grande professor, muitas vezes ele lança alguma frase óbvia e deixa Carver por si só.

Enquanto isso a cidade de Nova York está sendo aterrorizada por um assassino que usa o mesmo Modus Operandi que Jack, O Estripador usou alguns anos antes em Londres. E, talvez, deter e descobrir a identidade desse homem possa, literalmente, tirar a Agência Pinkerton do buraco.

Para o leitor fica fácil descobrir a identidade do pai de Carver já que o autor nos dá todas as pistas desde o inicio mas isso não tira o brilhantismo da história. Mesmo sabendo a identidade do pai do Carver e até mesmo do assassino fiquei impressionada com a audácia com que o autor entrelaça as histórias.

Os diálogos são sarcásticos, irônicos e incríveis. O cenário é uma Nova York gelada, cinzenta e aterrorizada por um serial killer. Os personagens são perspicazes e engenhosos, principalmente as crianças. E para os amantes de história, saibam que vários fatos citados no livro são verdadeiros e o autor fez o favor de esclarecê-los no final. Sem dúvida, um dos melhores livros desse gênero.
Eu adoro histórias de mistérios, mas sou o maior mistério que conheço. O que há de errado em tentar descobrir quem são os meus pais?

11 setembro 2015

O Sumiço de Beatriz - Carolina Matsuo


Sinopse
Em meio a acordos entre a petrolífera brasileira e a venezuelana, uma organização paramilitar liderada por corruptos faz negociações com militares venezuelanos para produzir um instrumento de guerra, que apenas duas pessoas são capazes de desenvolver: Beatriz, uma estilista que ganhou vários prêmios como figurinista e maquiadora, criada por sua tia, Giselda; e o professor Dr. Yaacov Baum, um professor-pesquisador judeu de uma prestigiada universidade.
Durante a negociação do projeto de tal instrumento, num evento responsável por uma série explosões, Beatriz foge do cativeiro, mas o professor é ferido, e sua tia, que estava no local, é dada como morta.
Beatriz recorre ao seu amigo de infância, Tomaz, e tenta lhe contar os fatos. Porém, antes mesmo que ela explique o que está acontecendo, é obrigada a fugir dos militares que a perseguia.
Tomaz, chef de cozinha e dono do Tradicional Café, sem entender o que está acontecendo, e preocupado com a atitude da amiga, mergulha em uma profunda investigação para
encontrá-la. Eventualmente, ele acaba descobrindo uma rede de intrigas e corrupção que envolve um mercador de armas, as FARC e algo além do que ele poderia imaginar.
Imagina um livro em que um cientista com a ajuda de uma estilista criam uma arma perfeita para espionagem. É claro que pessoas muito poderosas iriam querer colocar suas mãos nela não é? E se você soubesse que sua melhor amiga estava envolvida nesse projeto e precisa de ajuda. Ela marca um encontro mas antes que consiga dizer mais que algumas palavras que façam sentido simplesmente desaparece do mapa. O que você faria? Tentaria achar as respostas a qualquer custo ou esqueceria e seguiria sua vida? Tomaz não tem dúvida nenhuma quanto a essa questão: ele precisa encontrar Beatriz de qualquer jeito.

O Sumiço de Beatriz é uma obra independente da escritora Carolina Matsuo. O livro é escrito em terceira pessoa e acompanha os pontos de vista de diversos personagens. E se, por um lado isso é bom porque temos uma visão mais ampla da história, por outro às vezes ficava perdida com a mudança repentina do ponto de vista. Teve momentos em que a autora inseriu a narração em primeira pessoa o que deixou a leitura um pouco mais dinâmica.

O enredo foi muito bem pensado, é original e a autora conduziu bem a história, no entanto, eu não consegui me apegar muito aos personagens. Gostei bastante do Tomaz, acho que todo mundo deveria ter um amigo fiel igual a ele, no entanto, não posso dizer o mesmo da Beatriz. Não dá pra explicar muito o porquê sem revelar um dos grandes segredos do livro (e eu acabei descobrindo uma parte dele logo no começo) resumindo, eu não gostei das atitudes que ela tomou.

Gostei muito da parte das intrigas, que envolveram muitos grupos e organizações. Foi tudo bem amarrado e sem pontas soltas. Os temas políticos também são muito bem abordados e convincentes. Quanto ao tema científico, achei que ele foi deixado de lado e acabou ganhando espaço no finalzinho do livro e , embora esperasse que ele tivesse uma parte um pouco maior, ainda sim fiquei satisfeita com o assunto.

Uma coisa que me incomodou foi o uso de várias onomatopeias como: cof, cof; trim, trim; foom foooom. Eu, particularmente, não sou muito fã desse recurso e achei que ele deu uma quebrada no ritmo do livro que poderia ter ficado mais intenso caso a autora usasse frases descritivas no lugar das onomatopeias. Ainda quanto à gramatica, achei que há muitas reticências durante os diálogos além de muitos pontos de exclamação que não eram necessários. Há alguns erros de digitação mas nada que comprometa a leitura e isso é até compreensível já que se trata de uma obra independente.

O Sumiço de Beatriz é um livro que aborda assuntos políticos, conspirações, corrupção e desenvolvimento tecnológico, há também lições de amizade, lealdade e amor. E tudo isso acontece aqui, em terras brasileiras. Se você gosta de tudo isso vale a pena dar uma conferida na obra da Carolina. E talvez você descubra o que aconteceu com a Beatriz...

Ficou curioso com a história? Você pode acompanhar mais informações sobre o livro aqui:
Skoob: http://www.skoob.com.br/livro/399905-o-sumico-de-beatriz 
Facebook: https://www.facebook.com/OsumicodeBeatriz  

E para quem já quer adquirir o seu livro ele está sendo vendido pela Amazon: Compre aqui

- Como eu vou encontrá-la!? Eu não tenho mais nada... não tenho mais pista nenhuma! Não tenho nada!
- Onde está sua fé, Tomaz?! - disse ela, nervosa.
- Ela se foi...


09 setembro 2015

Leituras de Agosto


 Um Amor de Detetive - Sarah Mason


Neste divertido romance de estreia de Sarah Mason, Um amor de detetive, os opostos se encontram e - como não poderia deixar de ser -, também se atraem. A bela Holly Colshannon é uma ambiciosa e desastrada jornalista da Bristol Gazette. James Sabine (apenas um pouco mais bonito que ela), é um sargento-detetive durão, grosseiro e ressentido. Levados pelo acaso , eles se encontram diversas vezes por conta de uma série de coincidências bastante oportunas. Rapidamente, a determinada Holly vê em James a grande chance de progredir em sua carreira e decide segui-lo por um período de seis semanas a fim de escrever uma coluna criminal, que poderá vir a ser o seu primeiro sucesso jornalístico. O lado positivo da situação é que ela consegue obter a tão sonhada coluna O lado negativo é que o bonitão não está nem um pouco feliz com a presença constante de Holly em sua vida.
Comecei o mês de agosto relendo "Um Amor de Detetive", um dos chick-lits mais fofos que já li.


Templo - Matthew Reilly
Na perigosa selva do Peru, começa a corrida para localizar um lendário tesouro inca, esculpido em uma pedra rara. Só que a relíquia pode ser usada para levar o mundo à total aniquilação. E a caçada já começou.
Um ídolo inca em forma de cabeça de jaguar, esculpido de um raro meteorito, é a única peça que falta na criação de uma poderosa arma de destruição em massa. O governo dos Estados Unidos cobiça o objeto a qualquer preço, mas um grupo neonazista parece estar um passo à frente. O pacato professor William Race, um jovem e brilhante lingüista, é convocado contra sua vontade pelo exército americano para uma perigosa missão: traduzir um lendário manuscrito de 400 anos, que guarda a chave para a localização da relíquia, desvendando os mistérios de uma profecia centenária para tentar salvar o mundo da total aniquilação.
A jornada levará Race e seus companheiros a um misterioso templo de pedra escondido nos Andes. Um santuário repleto de perigos e guardado pelos rapas, terríveis felinos que podem destroçar o mais bem treinado dos soldados, e crocodilos gigantes e carnívoros. Somente no momento em que o silêncio do templo é quebrado, Race e sua equipe entendem que quebraram uma regra de ouro: algumas portas devem permanecer fechadas.
Os aventureiros mergulham então numa corrida contra o tempo por terra água e ar, passando por ruínas antigas, minas de ouro abandonadas e tribos supersticiosas, recheada de lutas e muita ação, com um desfecho de tirar o fôlego.
Não é melhor que "Estação Polar" mas ainda é ação do começo ao fim.


 Plutão - R.J. Palacio

Em Plutão, R. J. Palacio traz a história de Christopher, o melhor amigo de infância de August Pullman, um garoto de feições incomuns que encantou leitores do mundo inteiro no romance Extraordinário.Exclusivo em e-book, o livro alterna entre o presente e flashbacks de quando os dois meninos eram vizinhos. Plutão acompanha Chris ao longo de um dia especialmente complicado. Os pais estão se divorciando e ele está com dificuldades na escola, mas mesmo afastado do velho amigo, é relembrando alguns desafios e aprendizados que teve ao lado de Auggie que Chris encontra algum conforto. Uma linda história sobre o valor da amizade na vida das crianças, uma vivência intensa e marcante.

Outra história de "Extraordinário" agora contada pelo Chris, o melhor amigo do Auggie.



A Maldição do Tigre - Colleen Houck
Kelsey Hayes perdeu os pais recentemente e precisa arranjar um emprego para custear a faculdade. Contratada por um circo, ela é arrebatada pela principal atração: um lindo tigre branco. Kelsey sente uma forte conexão com o misterioso animal de olhos azuis e, tocada por sua solidão, passa a maior parte do seu tempo livre ao lado dele.O que a jovem órfã ainda não sabe é que seu tigre Ren é na verdade Alagan Dhiren Rajaram, um príncipe indiano que foi amaldiçoado por um mago há mais de 300 anos, e que ela pode ser a única pessoa capaz de ajudá-lo a quebrar esse feitiço. Determinada a devolver a Ren sua humanidade, Kelsey embarca em uma perigosa jornada pela Índia, onde enfrenta forças sombrias, criaturas imortais e mundos místicos, tentando decifrar uma antiga profecia. Ao mesmo tempo, se apaixona perdidamente tanto pelo tigre quanto pelo homem.
História legal, envolvente, intrigante mas uma protagonista chata. Confira a resenha do livro aqui.



 O sumiço de Beatriz - Carolina Matsuo

Em meio a acordos entre a petrolífera brasileira e a venezuelana, uma organização paramilitar liderada por corruptos faz negociações com militaresvenezuelanos para produzir um instrumento de guerra, que apenas duas pessoas são capazes de desenvolver: Beatriz, uma estilista que ganhou vários prêmios como figurinista emaquiadora, criada por sua tia, Giselda; e o professor Dr. Yaacov Baum, um professor-pesquisador judeu de uma prestigiada universidade.Durante a negociação do projeto de tal instrumento, num evento responsável por uma série explosões, Beatriz foge do cativeiro, mas o professor é ferido, e sua tia, que estava no local, é dada como morta.Beatriz recorre ao seu amigo de infância, Tomaz, e tenta lhe contar os fatos. Porém,antes mesmo que ela explique o que está acontecendo, é obrigada a fugir dos militares que a perseguia.Tomaz, chef de cozinha e dono do Tradicional Café, sem entender o que está acontecendo, e preocupado com a atitude da amiga, mergulha em uma profunda investigação para encontrá-la. Eventualmente, ele acaba descobrindo umarede de intrigas e corrupção que envolve um mercador de armas, as FARC e algo muito além do que ele poderia imaginar.

E fechando o mês de agosto temos "O Sumiço de Beatriz" da autora parceira do blog, Carolina Matsuo. Logo, logo posto a resenha do livro.

E aí o que acharam das leituras? Já leram algum? Deixe seu comentário aí embaixo, vou adorar ler a sua opinião... bjus